Hospedagem de sites: dicas para escolher onde guardar seu site

Hospedagem de sites

Hospedagem de sites: dicas para escolher onde guardar seu site

Escolher onde guardar o seu site é uma tarefa que precisa ser feita com muito cuidado e atenção, porque a hospedagem interfere bastante no desempenho de suas páginas. Afinal, ela é a responsável pelo armazenamento dos dados, pela estabilidade e até pela velocidade do site.

Realizar essa atividade pode ser um pouco complicado se você não é desse meio, já que é difícil para quem é de fora saber quais pontos devem ser analisados em cada uma das opções. Pensando nisso, separamos aqui 8 dicas para você saber como escolher a hospedagem de seu site. Continue lendo e confira!

1. Verifique as opções de plano

Atualmente, existem diferentes tipos de hospedagem, como a compartilhada, a VPS (servidor virtual privado) e o servidor dedicado. Além disso, as empresas de hospedagem oferecem diferentes planos com recursos distintos para que os clientes possam escolher o mais adequado para seus objetivos.

Então, em primeiro lugar, você tem que conferir os tipos de hospedagens para saber qual é o ideal para seu projeto. Em seguida, você deve observar as opções de planos das empresas para verificar se há um que atende as necessidades de seu site.

Algumas das diferenças que podem existir entre os planos são, por exemplo, quantidade de memória, a categoria de IP e o objetivo. O propósito pode ser distinto, porque existem planos para diferentes modelos de site, como lojas virtuais, blogs e sites corporativos.

2. Observe o uptime oferecido

Uptime é o tempo que um servidor fica disponível para os usuários da internet. Então, se o plano que você está analisando tem um uptime elevado significa que os sites guardados nesse servidor têm uma alta disponibilidade. Ou seja, eles são estáveis e as chances de eles ficarem fora do ar são bem baixas.

Essa é uma característica muito importante da hospedagem, porque ninguém deseja ter um site que fica fora do ar a toda hora. Afinal, isso pode prejudicar vendas ou negócios e até a imagem de sua empresa. Sendo assim, lembre-se de observar o uptime do servidor e não contratar uma hospedagem com um uptime baixo.

3. Confira o espaço de armazenamento

O espaço de armazenamento é o espaço disponível para você guardar os arquivos de seu site, como imagens, textos e vídeos. Dependendo da hospedagem escolhida, esse espaço pode ser ilimitado ou ele pode ter um limite, como 50, 100 ou 150 GB.

Portanto, você deve analisar se o seu site vai precisar de bastante espaço ou não para saber qual é o ideal para seu projeto. Caso ele precise de muito espaço, é necessário escolher um plano que ofereça um espaço grande ou ilimitado para não ter problemas no futuro.

Já se ele não necessitar disso, você pode selecionar um plano com menos espaço para economizar e não ficar com essa grande capacidade ociosa.

4. Pesquise a reputação da empresa

Quando você encontrar um plano que lhe pareça adequado, lembre-se de pesquisar sobre a empresa na internet para ver qual é a reputação dela entre os clientes ou ex-clientes.

Dessa forma, você consegue descobrir se ela é realmente uma boa opção. Se você conhecer alguém que já utilizou os serviços da instituição, pergunte também para essa pessoa qual é a opinião dela sobre a empresa.

5. Analise os recursos de segurança

A segurança é um item imprescindível para qualquer site que deseja ser respeitado e ter a confiança dos usuários, porque hoje em dia é comum que os visitantes precisem disponibilizar dados nas páginas online e eles não querem que isso seja vazado.

Eles podem ter que fornecer nome, telefone, e-mail e senha para fazer um login ou dados de cartão para realizar uma compra. Além disso, você precisa se preocupar com as informações da própria empresa.

Então, veja atentamente quais são os recursos de segurança oferecidos pela hospedagem. Observe se eles disponibilizam, por exemplo, certificado SSL, a realização de backups, bloqueios e outros tipos de proteção.

6. Pergunte sobre o suporte

O suporte para o cliente é mais um item muito importante de uma hospedagem, pois é ele que lhe auxilia a solucionar problemas em seu site. É o suporte que lhe ajuda quando você deseja alterar algo na página e não consegue, por exemplo, ou quando o site está fora do ar.

Sendo assim, observe se a empresa oferece chats ou tickets para entrar em contato, se há uma página com respostas para as dúvidas mais frequentes e pergunte para o fornecedor da hospedagem como funciona o suporte para o cliente. Dessa maneira, você vai saber se a empresa vai estar disponível quando você precisar.

7. Não se esqueça de analisar em qual moeda é o pagamento

Hoje, você consegue contratar uma hospedagem fornecida por uma empresa brasileira ou até por instituições estrangeiras. Mas, no último caso, é comum que a assinatura seja cobrada em dólares.

Então, o valor investido mensalmente na hospedagem pode acabar mudando devido à variação cambial. Já em uma hospedagem brasileira, cobrada em reais, você não vai ter esse tipo de problema. Por isso, não deixe de analisar em qual moeda é feito o pagamento.

8. Descubra se é possível fazer migração

Se você já tem um site no ar, mas não está feliz com a sua hospedagem, pode fazer uma migração para um serviço melhor. Nesse caso, além de observar os itens que já listamos, você tem que observar se a hospedagem que você deseja contratar faz essa migração.

Caso ela faça, verifique também se ela é gratuita ou paga e como é feita. Isto é, o suporte da empresa ajuda na migração? Ou ela já é responsabilidade do fornecedor da hospedagem? 

Assim, você consegue escolher a hospedagem que vai atender melhor suas necessidades. Lembre-se de avaliar também se o valor cobrado se encaixa no orçamento para ter certeza de que a hospedagem escolhida é a ideal para você.

Seguindo essas dicas, você vai conseguir encontrar a melhor hospedagem para seu site. E, assim, seu projeto vai ter mais chances de ser bem-sucedido. Então, comece já a procurar o local mais adequado para guardar suas páginas.

Caso você não saiba por onde começar sua procura, confira por que escolher a hospedagem E-Consulters para seus projetos!

TAGS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *