9 dicas para deixar site WordPress mais rápido

Wordpress mais rápido

9 dicas para deixar site WordPress mais rápido

Um site rápido tem muito mais chances de ser bem-sucedido que um lento, porque ele oferece uma experiência melhor para os usuários e tem um SEO superior. Sendo assim, ele fica mais bem colocado nos resultados dos buscadores e agrada mais os visitantes.

Por isso, é fundamental ter um site que seja rápido hoje em dia. No WordPress, existem diversas técnicas que podem ser usadas pelos administradores para aprimorar a velocidade de suas páginas. Então, se você tem um site nesse sistema, obter um site rápido é relativamente fácil.

Para lhe ajudar nessa tarefa e torná-la ainda mais simples, separamos abaixo 9 dicas para deixar seu site WordPress mais rápido. Confira!

1. Escolha uma boa hospedagem

A primeira ação que você deve realizar para ter um site rápido é escolher uma hospedagem boa e adequada para seu projeto, porque sem isso dificilmente você terá um site veloz.

Uma boa hospedagem oferece segurança, suporte e estabilidade para seus clientes. Então, você precisa verificar se a escolhida para seu site disponibiliza esses itens. E, para selecionar a hospedagem adequada que dará velocidade para suas páginas, você precisa pensar no tamanho de seu projeto.

Isso é muito importante, pois em uma hospedagem compartilhada, por exemplo, você tem que dividir recursos com outros sites e isso pode prejudicar a velocidade das páginas de um projeto grande.

Atualmente, existem até hospedagens que são otimizadas para WordPress, que oferecem mais recursos e segurança extra para os sites desse sistema. Então, se você já tem um site no WordPress que está lento, talvez seja necessário mudar sua hospedagem.

2. Tenha uma rede de entrega de conteúdo

Uma rede de entrega de conteúdo (CDN) é uma rede de servidores espalhada pelo mundo que distribui conteúdo para os usuários de forma estratégica. Cada servidor desta rede armazena arquivos imutáveis de seu site, como imagens e CSS, para entregá-los a um usuário que está distante geograficamente de seu servidor e deseja acessar sua página.

Digamos que seu servidor está no Brasil, por exemplo, e um usuário acessa seu site do Reino Unido. A CDN compartilha todos os arquivos de seu site com o servidor mais próximo do visitante. Dessa forma, o tempo de carregamento é o mesmo tanto para quem está perto quanto para quem está distante de seu servidor.

3. Desative plugins que não são usados

Plugins são ótimas ferramentas do WordPress, porque eles oferecem mais funcionalidades para os sites. E, como existem milhares de plugins, é normal se empolgar e adicionar vários a um site para deixá-lo mais completo.

Contudo, dificilmente um projeto precisa de milhares de plugins e ter vários deles subaproveitados é uma ação que prejudica a velocidade de seu site. Se não estiverem atualizados, eles interferem ainda mais na velocidade das páginas.

Então, confira os plugins de seu site WordPress e desative ou remova aqueles que não são usados ou estão desatualizados.

4. Verifique se seus temas são confiáveis

Temas desatualizados ou de qualidade baixa também prejudicam o desempenho do seu site e, ainda, deixam as páginas mais vulneráveis a invasões. Por isso, você precisa checar com uma certa frequência se os temas usados em seu site estão atualizados e se são bem desenvolvidos.

Caso não sejam, o ideal é trocar de tema para que seu site fique mais veloz e seguro. Se você utilizar temas com recursos desnecessários em seu site, assim como plugins, remova-os também para melhorar a velocidade das páginas.

5. Mantenha seu site WordPress sempre atualizado

Da mesma forma que os plugins e temas, o WordPress passa por atualizações regulares. O seu site precisa acompanhar essas atualizações e se manter sempre na versão mais nova, porque senão ele vai ficar mais lento, suscetível a invasões e a problemas no cotidiano.

6. Otimize as imagens

Imagens de alta qualidade são pesadas e, por isso, elas podem prejudicar bastante a velocidade de um site. Felizmente, hoje em dia há formas de otimizar essas imagens para que elas não interfiram na velocidade das páginas.

Você pode adicionar um plugin de compressão de imagem automática, por exemplo, ou mudar o formato das imagens usadas no site. Formatos como o FLIF e HEIF compactam imagens de alta qualidade para que elas fiquem menos pesadas. Portanto, eles são boas opções para suas páginas.

Se escolher a opção de mudar o formato das imagens, só é preciso ficar de olho porque nem todos os navegadores suportam esses novos formatos. Então, pode ser que você tenha que oferecer formatos diferentes para eles.

7. Divida seus conteúdos em diferentes páginas

Páginas com conteúdos muito extensos demoram para carregar e prejudicam o desempenho de seu site. Por isso, uma ideia interessante é dividir esse material em páginas diferentes. Essa divisão pode ser feita de forma simples na aba “discussão” no menu de configurações do WordPress.

Geralmente, a divisão ocorre na área de comentários quando há muitos deles. Porém, a quebra também pode ser feita no próprio conteúdo, quando este é muito extenso.

8. Use um plugin de cache

Um plugin de cache é uma ferramenta que armazena informações de seu site para que o servidor não precise enviar sempre os mesmos dados para os navegadores quando as páginas forem acessadas.

Dessa forma, ele ajuda a impedir que o servidor fique sobrecarregado e agiliza bastante o carregamento das páginas. No WordPress, há mais de um plugin de cache, como o WP Super Cache e o WP Rocket. Então, é importante observar as características de cada um para decidir qual é o melhor para seu site.

9. Limpe seu banco de dados regularmente

O banco de dados de seu site WordPress armazena muitas informações, como tags, postagens, revisões, comentários, entre outros. E, muitas das informações guardadas por ele se tornam desnecessárias com o passar do tempo.

Sendo assim, é importante limpar esse banco de dados regularmente para se desfazer dessas informações, deixá-lo mais leve e, assim, melhorar a velocidade do site. É possível fazer a limpeza com o auxílio de plugins, como o WP-Sweep ou o WP-Optimize.

Realizando essas ações, você deixará o seu site WordPress mais rápido e, consequentemente, melhorará a experiência do usuário e o SEO das páginas. Então, não espere para fazer essas melhorias em seu site!

Agora que você sabe como deixar seu site mais veloz nesse sistema, veja também 5 motivos para não utilizar temas piratas no WordPress.

TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *